segunda-feira, julho 26, 2010

Um grande amor

Encontreia-a sem querer, quase nua, de coração ferido. Não a conheço assim, magoada de amores, mulher crescida, de coração na boca. E linda, tão linda que abraçá-la-ia hoje como quando a embalava ao colo e lhe beijava as mãos tão pequeninas, tão perfeitas. Esse meu grande amor.

4 comentários:

Rui disse...

Segundo a minha experiência, a cidade é execrável. Quanto a sexo, depende: só com uma boa aldeã... Ou, de preferência, com uma aldeã boa!

Daniela Alexandra disse...

@ Rui, a mania de os rapazes/homens generalizarem tudo... Qual e a diferença entre umas e outras ? Há de tudo em todos os lados !

Andy disse...

Adorei...

Escrita Online disse...

Para quem gosta e QUER escrever:

CONCURSO ONLINE de ESCRITA.

Regulamento já disponível em: http://escrita-online.blogspot.com

Boa sorte.